Outra vez(Isolda) canta ao vivo ROBERTO CARLOS
Isolda Bourdot, irmã do saudoso Milton Carlos, a compositora do Rei, sofre infarto fulminante e morre aos 61 anos de idade. Ela é autora de 'Outra Vez', um dos hits da carreira de Roberto Carlos, entre muitos outros grandes sucessos. Isolda Bourdot (9 de janeiro de 1957 – 16 de dezembro de 2018) deixa obra como compositora que foi além da produção autoral gravada por Roberto Carlos ao longo dos anos 1970. Ainda assim, a artista paulistana saiu de cena na noite de domingo, na cidade natal de São Paulo (SP), aos 61 anos, vítima de infarto, sem jamais ter dissociado o nome das canções imortalizadas na voz do cantor naquela década áurea. Outra vez, o maior sucesso do majestoso álbum lançado por Roberto em 1977, foi a canção-símbolo desta parceria de sucesso entre compositora e cantor, iniciada em 1973 com a gravação de Amigos, amigos (Isolda e Milton Carlos). Contudo, em que pese a soberania de Outra vez na preferência dos súditos do Rei, Jogo de damas (Isolda e Milton Carlos, 1974), Elas por elas (Isolda e Milton Carlos, 1975), Pelo avesso (Isolda e Milton Carlos, 1976), Um jeito estúpido de te amar (Isolda e Milton Carlos, 1976) e Tente esquecer (Isolda, 1978) são canções mais ou menos marcantes na memória afetiva dos fãs antigos de Roberto Carlos. Na década de 1970, Isolda foi gravada com tanta frequência por Roberto Carlos que conseguiu a proeza rara de emplacar duas músicas em um único disco do cantor – no caso, no álbum Roberto Carlos, o LP de 1976 em que o artista apresentou Um jeito estúpido de amar, canção cuja dramaticidade foi mais compreendida e realçada por Maria Bethânia em gravação posterior de 1977. Foram os cantores românticos que deram voz ao cancioneiro de Isolda a partir de 1970. Alcione (intérprete de Pior é que eu gosto, música de 1988), Claudia Barroso (1932 – 2015), Marcos Roberto (1941 – 2012) e Nalva Aguiar foram alguns cantores que lançaram as músicas mais sentimentais de Isolda, compositora que se tornou parceira de Joanna, Eduardo Dussek – com quem compôs Sou eu, música que batizou em 1992 um dos melhores shows de Simone, transformado em disco em 1993 – e Fhernanda Fernandes. Cantora bissexta, Isolda registrou 12 músicas autorais no álbum Tudo exatamente assim (2006), editado há 12 anos. Quase todo o repertório era inédito na ocasião. Mas a música que abriu o disco foi Outra vez, carro-chefe da obra autoral de Isolda, compositora para sempre associada ao canto muito romântico de Roberto Carlos.
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!